sexta-feira, outubro 28, 2005

Desenvolvimento Econômico: Rio de Janeiro - Siderúrgica de 2,5 bilhões de dólares criará milhares de empregos na cidade

Viva a Zona Oeste do Rio, a correnteza da cidade corre em sua direção!
Públicado no D.O - 28/10/05
O conglomerado alemão ThyssenKrupp Stahl A.G. - um dos maiores grupos siderúrgicos da Europa - e a Companhia Siderúrgica do Atlântico assinaram Memorando de Entendimento com a Prefeitura do Rio para a construção de uma usina na Zona Oeste da cidade. Na unidade, que deverá entrar em operação em 2008, a ThyssenKrupp e seus associados deverão investir cerca de US$ 2,5 bilhões. O impacto socioeconômico da iniciativa representará efeito multiplicador na economia e na receita tributária da cidade, com a geração de aproximadamente 10 mil postos de trabalho na fase de construção e cerca de 3,5 mil empregos diretos e indiretos durante seu funcionamento. A capacidade de produção será de 4,4 milhões de toneladas anuais de placas de aço.
O complexo industrial compreenderá uma usina siderúrgica, uma coqueria, uma usina termoelétrica e terminais portuários para importação de carvão mineral e exportação das placas. A Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) é uma joint venture (associação) da ThyssenKrupp e a Companhia Vale do Rio Doce. Para viabilizar a implantação, a Prefeitura criará as condições para que o empreendimento obtenha redução do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) ou qualquer outro tributo que venha a substituí-lo.
Postar um comentário